Qual é o batimento cardíaco da sua gráfica? A resposta pode surpreendê-lo.

Muitas vezes, quando pergunto aos clientes, “Qual é o batimento cardíaco da sua gráfica?”, 9 em cada 10 dizem que é a máquina de impressão. “Se a minha impressora não estiver a funcionar, então não estou produzir folhas vendáveis!”




Embora esta seja certamente uma observação justa, vamos ver as coisas de um outro ponto de vista:
Ao avaliar a sua utilização e como estas afetam todo o processo de impressão, do início ao fim, as guilhotinas são uma peça muito importante na produtividade de uma gráfica. Pois, as guilhotinas são uma parte necessária e necessária em todo o processo produtivo - antes e depois das folhas passarem pela máquina de impressão:
  • As folhas à saída da resma são cortadas para facilitar o offset, o digital e outros fluxos de trabalho  
  • O material impresso acabado tem que ser cortado para se obter os produtos finais ou para outros processos de produção.  
  • Corte adicional pode ser necessário para o acabamento final.

Sem uma guilhotina, o trabalho não pode ser iniciado, produzido ou finalizado - a maioria das empresas deixaria de produzir um produto final e de faturar pelo trabalho que produziram.
E ainda, embora as guilhotinas desempenhem um papel tão essencial no sistema produtivo de uma gráfica, geralmente é um dos últimos equipamentos que os gráficos optam por actualizar. Então, como está o seu “batimento cardíaco”? Está a bater forte ou tornou-se menos estável com a idade? Está preocupado com os iminentes problemas de “saúde”?

Embora as operações essenciais tenham permanecido as mesmas, a diminuição da produtividade percorreu um longo caminho nos últimos anos - desde a recuperação de trabalhos armazenados até aos periféricos que aumentam a eficiência, incluindo o mais recente AirGoJog, que automatiza completamente o processo de carregamento e vibragem.

Assim como acontece com as pessoas, somos tão rápidos quanto o membro mais lento da equipa. Tudo começa com o batimento cardíaco da sua gráfica. A fiabilidade, durabilidade, precisão, segurança e tecnologia de ponta da POLAR continuam a torná-la na guilhotina mais procurada na indústria de gráfica.

Quando é que foi a última vez que avaliou o desempenho da sua guilhotina? Não espere até que um "ataque cardíaco" interrompa a sua produção.

Artigo de Chris Platner, Heidelberg USA

Se tiver alguma dúvida ou se estiver interessado em saber mais sobre a linha completa de soluções de corte da POLAR, contacte-nos!
 

Copyright © Grafopel 2015 - Designed by Fullscreen.