Unfold your Potential Comercial - Duplique a produtividade

• Estreia mundial: Heidelberg mostra, pela primeira vez, o fluxo de trabalho automatizado desde o PDF até às folhas dobradas e empilhadas

• Navegação do operador e sistemas de assistência inteligente em todos os modelos Speedmaster

• Selecção flexível do digital e offset desde o fluxo de trabalho Prinect

• Versafire com novo modo de produção Digital Cluster ainda mais eficiente






Que soluções precisam os gráficos comerciais para serem competitivos e lucrativos no mercado? Que processos e interfaces oferecem potencial para serem aproveitados e como é que a equipa da gráfica pode ter um suporte ainda melhor? Estas são as perguntas que os especialistas da Heidelberg se perguntam ao desenvolver as inovações mais recentes. As respostas são definidas para elevar a produtividade no sector a um novo nível: para empresas de impressão comercial altamente industrializadas com fluxos de trabalho padronizados, a Heidelberg está a exibir a produção autónoma desde a entrada de dados até ao caderno dobrado - Push to Stop de ponta a ponta - pela primeira vez.

Fluxos de trabalho
O fluxo de trabalho de produção do Prinect Production Manager organiza os processos digitais na gráfica inteligente com sua ampla gama de funções escalonáveis. Oferece fluxos de trabalho optimizados e económicos e potencial de crescimento, mesmo em empresas pequenas e médias. E integra não apenas as impressoras offset, mas também impressoras digitais via Prinect Digital Front End (DFE).
O modo de produção Digital Cluster é uma nova funcionalidade no Prinect DFE. Permite que várias Versafire da nova geração compartilhem uma fila de trabalhos para que os trabalhos possam ser organizados com a distribuição ideal.

Tudo acontece de forma autónoma – a produção completamente autónoma torna-se realidade, incluindo no acabamento
Em meados de outubro, a Heidelberg realizou a estreia mundial da produção completamente autónoma num evento presencial na fábrica Wiesloch-Walldorf. O poderoso sistema de planeamento digital Prinect Scheduler programa os dados de entrada na ordem ideal com base em critérios como papel, atribuição de cores e layout de dobra. A gravação das imagens nas chapas de impressão ocorre, na ordem correta, de forma totalmente automática através de uma Suprasetter. “O Prinect sabe sempre que chapas estão em stock e onde. A ordem dos trabalhos no sistema de armazenamento das chapas é optimizada de modo a que as mudanças de trabalho para trabalho sejam efectuadas no menor tempo possível - chamamos isso de acerto incremental. Com base nos parâmetros do substrato e nos dados do trabalho, o estendimento previsto do papel pode ser calculado e compensado ainda mesmo durante a gravação das chapas. Isto economiza tempo e reduz o desperdício de papel ”, explica Rainer Wolf, Chefe do Segmento de Gestão Comercial da Heidelberg.

Plate to Unit
Os trabalhos são carregados automaticamente e diretamente na memória de trabalhos da máquina de impressão pelo Prinect Scheduler. Isto inclui as informações sobre onde a chapa está armazenada. Com o Plate to Unit, o novo e totalmente automático sistema logístico da chapa de impressão na máquina, as chapas de impressão são fornecidas e removidas usando um processo totalmente automatizado. “A produção industrial de tiragens pequenas, faz com tenhamos, num piscar de olhos, entre dez a vinte mudanças de trabalho por hora. O Plate to Unit reduz a carga de trabalho do operador e garante um processo fiável e estável. Cada chapa possui o seu próprio ID. É assim que garantimos que a chapa certa seja fornecida no momento certo no corpo de impressão certo. O risco de vincos ou arranhões na chapa é eliminado. O processo é mais estável, os tempos de paragem são minimizados e a qualidade é melhor ”, diz satisfeito Rainer Wolf.
 
SPEEDMASTER XL 106 - GERAÇÃO 2020
A geração 2020 da Speedmaster XL 106-8 + P + L tem tudo o que é necessário para controlar sistematicamente o desempenho da impressora. A navegação do operador atinge um novo nível com mais sistemas de assistência inteligentes e o uso da inteligência artificial. O novo Heidelberg UX oferece, portanto, uma nova experiência ao utilizador e uma estação de trabalho moderna que fornece assistência ergonómica para um desempenho superior.
Por exemplo, o software patenteado Intellistart 3 organiza e optimiza o processo de preparação. O novo software Intellirun estende a funcionalidade de navegação para além do processo de preparação. Fornece ao operador informações contínuas adequadas à situação, sobre que as actividades são necessárias realizar para evitar tempos auxiliares desnecessários.
Por exemplo, o Wallscreen XL muda para o menu de preparação de trabalho, de forma rápida, ainda antes da produção terminar. O operador pode rever os dados em tempo útil, familiarizar-se com a sequência de mudanças a efectuar e fornecer quaisquer materiais ainda não disponíveis. Funções de navegação como estas estão a tornar-se cada vez mais importantes. No Wallscreen XL, o ecrã da linha do tempo Intelliguide garante transparência em todos os processos. O operador pode ver exactamente onde as intervenções manuais são necessárias. No entanto, a navegação do operador não se limita à estação de comando da máquina: agora também está disponível nas unidades de impressão, graças ao novo Intelliline.
As luzes LED que existem nos corpos de impressão mostram se a máquina está no modo de produção ou preparação ou se o operador precisa de agir e onde. Com a aplicação Press Center Mobile, as informações da estação de controlo também estão disponíveis em qualquer lugar. O operador tem sempre disponível, em tempo real, os dados do trabalho e o status da impressora e pode usá-los, por exemplo, para fornecer materiais para o próximo trabalho.
Para poder ir para o acabamento com zero de desperdício na pilha, o depósito de resíduos foi integrado, pela primeira vez, numa máquina de impressão com retroverso. A impressora detecta as folhas com maculatura e ejecta-as automaticamente. Estas são imediatamente destruídas e descartadas por meio de uma unidade de vácuo. Isto significa que não há mais caixa de recolha para esvaziar.

Os tempos de entrega cada vez mais curtos exigem que as folhas cheguem ao acabamento o mais rápido possível. A nova geração de sistemas secagem DryStar LED Pro não é apenas 20% mais leve, mas também mais potente e garante uma pilha seca na saída, que pode ir imediatamente para o acabamento.

Acabamento
A pilha é então enviada por um sistema de transporte autónomo para a máquina de dobrar Stahlfolder KH 82-P, que dobra cerca de 15.000 folhas por hora usando o princípio de dobra em escama. A KH 82-P também pode ser integrada através do conceito Push to Stop e detecta o caderno seguinte, automaticamente, pelo código de barras impresso.
Cada caderno novo é reconhecido de forma autónoma e iniciado automaticamente. Se comparamos com os fluxos de trabalho anteriores, verificamos que foram eliminadas um total de seis etapas, bem como o factor de influência -o operador. “O operador movimenta, nesta máquina de alto desempenho, cerca de sete toneladas de papel num turno - um balote a cada 12 segundos.
A única forma de obtermos continuamente todo o potencial da máquina é reduzindo significativamente a carga de trabalho do operador. É por isso que a Heidelberg desenvolveu uma solução robótica industrial - a Stahlfolder P-stacker, que permite o uso de Euro paletes. A maior parte do know-how aqui está no sofisticado sistema de pinças, que foi modelado na mão humana ”, explica Rainer Wolf. O operador da máquina de dobrar desfruta de uma redução significativa na carga de trabalho e obtém uma estação de trabalho moderna, automatizada e altamente produtiva.
Outra estreia mundial na área das máquinas de dobrar é a Stahlfolder TH 56 Pharma, que estabelece um novo padrão de desempenho no campo em crescimento de produtos farmacêuticos com ampla automatização e com uma plataforma robusta. Apresenta muitos novos extras que permite uma produção de uma ampla gama de bulas de forma muito mais económica do que na maioria das máquinas de dobrar actuais que requerem ajuste manual.
Existem também novas soluções Push to Stop nos sistemas de corte Polar. O processo de vibração das resmas de papel costumava ser um processo manual trabalhoso, agora o novo sistema AirGo Jog automatiza-o totalmente.
“Falamos provocativamente em duplicar a produtividade com a tecnologia Push to Stop - de ponta a ponta. Isto é perfeitamente possível para a maioria das gráficas - um pequeno número já está a demonstrar isso no seu dia-a-dia, e não apenas as gráficas web-to-print. É nossa missão permitir que os nossos clientes revelem este potencial. Porque o sucesso de nossos clientes é, em última análise, também o nosso sucesso”, explica Rainer Wolf.

A gráfica inteligente oferece alta flexibilidade e mais lucro que gráficas de média dimensão

No evento, a Heidelberg também demonstrou como a Smart Print Shop é a solução ideal para uma produção económica e para sobreviver à concorrência cada vez mais forte entre gráficas de pequena e média dimensão. “Menos horas extras e turnos especiais, bem como mais tempo para fidelizar o cliente, além de ter transparência sobre quais os trabalhos que são lucrativos e quais não o são. Tudo isto são benefícios que a Smart Print Shop oferece e que também são importantes para empresas pequenas. Os seus volumes de produção são mais pequenos e mais variados. Assim, eles precisam de produtos diferentes que se encaixem no seu orçamento. A Heidelberg tem muito a oferecer aqui, com o amplo portfólio que dispõe. Desde soluções de software escaláveis até funcionalidades Push to Stop em todas as impressoras.
 
A geração Prinect Press Center 2020 completamente redesenhada com o novo Sistema Operativo Speedmaster traz a funcionalidade Push to Stop e o interface Prinect Cloud para cada Speedmaster - da SX 52 à XL 106. Nas duas máquinas de impressão Speedmaster CX 75 e XL 75, os visitantes puderam ver como os novos sistemas de assistência tornam o Prinect Press Center numa estação de trabalho moderna e atraente. Com o Heidelberg UX, o operador é capaz de explorar continuamente o potencial de desempenho da máquina. Estes processos, digitais e automatizados, permitem a impressão navegada – até ao acabamento na máquina de dobrar Stahlfolder KH 82, que também está integrada no conceito Push to Stop.
As gráficas de média dimensão caracterizam-se por um amplo portfólio de serviços, para os quais utilizam impressão offset e digital. Com a Versafire, a Heidelberg oferece um sistema de impressão digital que está integrado em todos os diferentes processos de impressão por meio do Prinect DFE.

Esta integração estreita da impressão offset e digital significa que o cliente pode optar pelo método de impressão mais económico para um determinado trabalho e a carga de trabalho actual até pouco antes do início da impressão. Mesmo tiragens pequenas produzidas anteriormente por impressão offset podem ser terminadas usando a impressão digital. Os operadores estão familiarizados com a sequência do fluxo de trabalho e não precisam de formação extra ou trocar de operador. Os erros diminuem e a flexibilidade e rentabilidade aumentam.
 
Para as gráficas com um grande volume de trabalhos de impressão digital, a Heidelberg desenvolveu uma funcionalidade adicional para o Prinect DFE - o novo modo de produção Digital Cluster. Este permite uma gestão inteligente dos trabalhos num cluster produtivo de duas ou mais impressoras Versafire, ligada via Prinect DFE.
O modo de produção Cluster Digital é uma solução escalonável que requer pouco investimento inicial e que permite aumentar o volume de produção digital tendo sempre em conta a relação custo-benefício.
 
Versafire
A Versafire é sinónimo de fiabilidade e qualidade. A ferramenta Managenment Tool integrada fornece configuração automática de mais de 200 parâmetros de impressão para obter a imagem impressa perfeita numa variedade de substratos. O ajuste fino destes parâmetros também é possível para substratos especiais, por exemplo, se o cliente final deseja um papel especial. A Versafire processa uma grande variedade de substratos, desde materiais sintéticos, texturizados e metalizados e materiais pré-impressos em offset, até formatos especiais com comprimentos de até 1.260 mm ou pequenas tiragens de embalagens personalizadas. “A Versafire oferece às gráficas um amplo portfólio de produtos, adaptação flexível e expansão da sua gama de trabalhos de impressão. Ou seja, novos modelos de negócio, e tudo com uma relação preço/desempenho atraente, especialmente se compararmos com sistemas de toner líquido ou jato de tinta”, resume Rainer Wolf. “Mais de 1.600 instalações são a prova do sucesso da Versafire no sector da impressão profissional. É parte integrante do nosso portfólio e uma área em crescimento que queremos expandir ainda mais. ”
 

Copyright © Grafopel 2015 - Designed by Fullscreen.