“Nós somos relevantes para o sistema e conseguimos aumentar as vendas em 5%”

A região de Münsterland, na Alemanha, tem muito a oferecer: a densidade de empresas de tecnologias localizadas nesta região fez com que fosse baptizada de Silicon Valley da Alemanha. A empresa Mediahaus, que oferece serviços de comércio electrónico e opera uma gráfica de embalagens, está sediada em Ahaus. Em janeiro deste ano, tornou-se na primeira gráfica de embalagens a instalar uma Speedmaster XL 106-6+L geração 2020 da Heidelberg, substituindo a Speedmaster CD 102-5 + L. A Mediahaus também testou em campo a optimização da unidade da molha com o Hycolor Pro.









“A nova máquina já trouxe uma melhoria de dois dígitos no desempenho. Estamos impressionados com o seu desempenho, disponibilidade, alta qualidade e o novo sistema operacional Speedmaster projectado para oferecer suporte aos operadores ”, afirma Jan Hendrik Walfort, sócio-gerente do Grupo Mediahaus.
No final do ano passado, a Mediahaus investiu um total de 4,5 milhões de euros em novas soluções de impressão de embalagens, sendo que a maior parte foi para a aquisição da nova máquina de impressão. Com o confinamento que aconteceu em março de 2020, o mundo mudou. “A impressão de cartão flexível é responsável por quase todo o nosso trabalho agora, e a nova máquina realmente ajudou-nos durante a pandemia do coronavírus. Nós somos relevantes para o sistema e, por isso, conseguimos aumentar as vendas em cinco por cento ”, explica Jan Hendrik Walfort. Para os clientes do sector alimentar e para as lojas de conveniência em particular, o confinamento foi um momento de expansão para os seus negócios. Muitos dos clientes da empresa são do sector do mobiliário de luxo, onde os negócios estão a começar a crescer novamente. Uma característica que define a Mediahaus é a ampla gama de aplicações que oferece. Muitos dos seus clientes exploram as sinergias disponíveis do e-commerce e serviços de impressão, o que traz vantagens competitivas à Mediahaus devido à forte retenção de clientes.

Nova Speedmaster oferece melhoria de dois dígitos no desempenho

A geração 2020 Speedmaster XL 106 implementa as soluções mais recentes e inovadoras nas áreas da inteligência artificial e automatização. As gráficas de embalagens, em particular, estão a enfrentar novos desafios devido ao declínio das tiragens e os curtos prazos de entrega. A nova máquina de impressão ajuda aqui, optimizando processos e fechando lacunas com a automatização. “A Speedmaster XL 106 encaixa-se no nosso conceito. Não nos vemos apenas como uma gráfica, vemos-nos como um fornecedor de processos que oferece aos clientes as melhores soluções com as máquinas mais recentes ”, explica Jan Hendrik Walfort.
Esta máquina de impressão foi precisamente adaptada às necessidades da Mediahaus. Por exemplo, o accionamento da unidade de tintagem Hycolor Multidrive nos corpos de impressão 1 e 6 permite a lavagem em paralelo com outros processos de preparação, bem como a lavagem da unidade de tintagem durante a produção. Isto é especialmente importante com as cores directas que são utilizadas com frequência na impressão de embalagens. A máquina está elevada e funciona com um sistema de logística, podendo processar paletes muito altas. Como opção especial, a Speedmaster XL 106, da Mediahaus, pode processar substratos até 1,6 mm de espessura com um alto nível de flexibilidade. Normalmente as máquinas de impressão processam cartolinas até um milímetro de espessura. O Prinect Inpress Control 3 mede e controla automaticamente as cores e o registo em tempo real, garantindo tempos de acerto mais curtos com o mínimo de desperdício de papel. O sistema de inspeção de folhas Inspection Control 3 oferece qualidade consistente da primeira à última folha. “Tudo isto é muito importante, porque para nós a sustentabilidade é algo que valorizamos muito”, diz Jan Hendrik Walfort.

Hycolor Pro - a nova unidade da molha ajustável remotamente - atinge o alvo

“A nova máquina de impressão oferece suporte aos nossos impressores com o sistema de assistência inteligente e impressão navegada”, relata o director geral da gráfica, Marco Segeler. Fez a formação na Mediahaus e, por conseguinte, aprendeu sobre impressão desde o início. “A Heidelberg criou algo especial com o novo Hycolor Pro. Estamos a aproveitar ao máximo os benefícios que oferece, como 50% menos de desperdício de papel se compararmos com a impressora anterior e uma qualidade de impressão consistente, principalmente quando se trata de várias repetições de trabalhos”. O teste realizado em campo foi bem-sucedido e os técnicos da Heidelberg estiveram sempre disponíveis, mesmo durante os tempos difíceis do coronavírus. “Eles até criaram um grupo de trabalho que permitiu que as respostas e solicitações de ajuda fossem obtidas com rapidez. Funcionou na perfeição”, explica Marco Segeler.
A Heidelberg automatizou a unidade da molha da Speedmaster XL 106 com o novo Hycolor Pro. A quantidade de solução de molha é decidida e medida entre o rolo imersor e o rolo molhador. A pressão/compressão necessária para este propósito pode ser agora realizada diretamente do Prinect Press Center através de um motor. Isto permite economizar tempo e esforço e permite melhores correções do painel de controlo, mesmo durante a produção. As configurações básicas da unidade da molha são gravadas digitalmente e, a partir do Prinect Press Center XL 3, agora é possível ajustar também a dosagem da solução da molha em apenas um lado. “80% das nossas chamadas de serviço relativas à tintagem são devidas à configuração imprecisa da unidade da molha”, explica Rainer Wolf, chefe do Sheetfed na Heidelberg. “Com Hycolor Pro, temos agora configurações definidas e mensuráveis ​​que também podemos usar no Serviço Remoto. A partir do painel de controlo, a impressor pode agora dosear mais ou menos a molha num lado, reagindo com mais rapidez e sensibilidade, o que permite-lhe aproximar do ponto de formação de espuma com muito mais precisão. Isto cria condições de produção estáveis ​​com menos desperdício de papel, alcançando de forma muito mais rápida a folha boa. ”

Mediahaus Ahaus - de gráfica a especialista em embalagens

“Quem não arrisca, não petisca”. Este ditado está na parede do escritório, onde colaboradores da Mediahaus aprimoram as soluções de e-commerce. Este slogan também reflete a história da empresa, que teve os seus altos e baixos, mas no final de contas teve sempre sucesso.
Esta empresa familiar foi fundada por Heinz Walfort, pai de Jan Hendrik Walfort, como gráfica há 42 anos. Produtos impressos para o sector comercial foram adicionados ao portfólio em 1998. A empresa empreendeu um grande programa de investimentos em 2008, que incluiu um Speedmaster CD 102. A crise financeira subsequente e a concorrência das gráficas online ditou a passagem para a impressão de embalagens, que acabou por ser uma boa jogada. Com este investimento, a empresa que conta com mais de 150 colaboradores, sendo que 80 deles estão dedicados à cadeia de valor da embalagem, vê-se bem posicionada para o futuro. “Temos trabalhado com sucesso com a Heidelberg como parceira há mais de vinte anos e fomos sempre muito felizes com os conselhos que recebemos da Heidelberg”, confirma Jan Hendrik Walfort.
A Heidelberg está a concentrar-se cada vez mais na impressão de embalagens, e hoje as máquinas de impressão offset planas feitas à medida para atender os requisitos específicos deste segmento correspondem a cerca de metade das suas vendas. “Para os gráficos de embalagens, nós somos o parceiro mais importante do mundo e um líder tecnológico”, explica Rainer Wolf. “Quando se trata de impressão de cartolinas flexíveis, caixas ou rótulos, o número de corpos de impressão fornecidos apenas pela Heidelberg é igual ao número de corpos de impressão vendidos por todos os seus concorrentes juntos.”



 

Copyright © Grafopel 2015 - Designed by Fullscreen.